O amor consciente
28/05/2018
Parábola – “Lobos internos”
16/06/2018
Mostrar todos

Parábola: “Ascendendo a luz da Caverna”

Vou contar uma história muito interessante!
Era uma vez uma pessoa.
De repente ela se vê presa numa caverna muito escura, muito mal cheirosa.

Achava que ninguém a ajudava, pois se sentia muito só, abandonada e injustiçada pela vida, pois seus sofrimentos eram imensos.
Chorava e gritava muito, reclamava de suas dores, do mau cheiro e do abandono de todos, até que esta lamentação chegou aos ouvidos de Deus.
Deus muito piedoso mandou um anjo para ajudá-la: o ANJO CARIDADE.

A CARIDADE, ao chegar à caverna, pegou-a imediatamente no colo, apoiou-a e disse:
– Olha, você não está mais sozinha, estou aqui para ajudá-la!
Imediatamente ela sorriu, parou de chorar e reclamar. A CARIDADE, após algum tempo, ao senti-la bem, despediu-se, pois ela deveria viver por si mesma e seria impossível apoiá-la e protegê-la o tempo todo.
Ao ver a CARIDADE afastar-se, novamente gritou e reclamou.
Deus, ao verificar que a CARIDADE não tinha resolvido o problema, mandou agora dois novos anjos: a FÉ e a ESPERANÇA.


A FÉ e a ESPERANÇA entraram na caverna e foram logo a incentivando:
– Levante a cabeça! Você é uma vencedora! Tudo isso já passou! Não olhe para traz, quem vive de passado esquece-se de viver o presente. Acredite em você, Deus é Pai! Vamos, amanhã é outro dia!
Imediatamente ela sorriu, parou de chorar e reclamar. Os dois anjos após algum tempo, ao senti-la bem-disposta emocionalmente despediram-se, pois ela deveria viver por si mesma e seria impossível motivá-la o tempo todo.
Ao ver a FÉ e a ESPERNAÇA se afastarem, novamente gritou e reclamou, muito mais alto que anteriormente, manifestando imensa revolta e um sentimento lamentável de auto piedade.
Deus ao verificar que a CARIDADE, a FÉ e a ESPERANÇA não resolveram o problema mandou agora o último anjo: o ANJO VERDADE.
O ANJO VERDADE inicialmente nada falou, entrou na caverna e acendeu imediatamente uma luz iluminando todo o ambiente.

Quando ela percebeu que o mau cheiro vinha dela mesma, da sujeira do seu corpo, das suas feridas abertas e purulentas, ficou muito assustada e com vergonha de si mesma.
Nesse instante o ANJO VERDADE aproximou-se e disse:
– Olha, sua caverna não é feita de pedra e sim de orgulho, sentimento que não deixa você aceitar as suas imperfeições, suas quedas, fazendo você se revoltar contra tudo que lhe contraria os interesses.
Você não sabe ou não quer saber quem você é na realidade? O que você realmente quer da vida?
Vença suas resistências de não querer reconhecer quem você é!
– É claro que eu quero saber quem eu sou! Eu não sou desta forma que você está falando!
– Você já observou o quanto os anjos CARIDADE, FÉ e ESPERANÇA têm feito por você até hoje? Eles, em sua vida, apareceram muitas vezes disfarçados na figura dos parentes, amigos e até pessoas estranhas que muito lhe ajudaram. Contudo, quantas vezes você não valorizou o que eles lhe deram achando que a sua felicidade será encontrada fora de si mesmo, que os outros é que terão que lhe fazer feliz resolvendo seus problemas. Isto é uma ilusão.
– O que eu tenho que fazer para sair desta situação?
– Você tem duas hipóteses!
– Quais são?
– A primeira hipótese é fugir dessa caverna por não se reconhecer imperfeita, já que nela você não poderá mais, pois ela está iluminada pela luz da verdade que ressalta seus erros que não quer reconhecer. Não adianta mais culpar os outros!
Ao fugir de si mesma, deverá buscar outra caverna, através de um nível maior ainda de orgulho, dizendo que tudo isto é bobagem, que você está bem, que você não tem problema nenhum, etc., entretanto, na primeira contrariedade, provavelmente você voltará a reclamar de tudo e de todos, se achando outra vez perseguida e azarada na vida.
Sofrerá e fará muitos sofrerem até desejar VENCER A SI MESMA.
– Qual será a segunda hipótese?
– É enfrentar-se, buscar dentro de você as respostas para todos os seus insucessos (afetivos, financeiros, profissionais, de saúde, etc.), é buscar através da nova percepção da importância da vida, resolver seus problemas existenciais, eliminando esta dependência dos outros, achando que a felicidade será encontrada fora de si mesma.
Assim, irá vencendo uma a uma as suas más tendências.

nossa mente
nossa mente

Últimos posts por nossa mente (exibir todos)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *